evoLUI: Retrospectiva 2018 e Metas 2019

Esse foi o ano que comecei a jogar com meu próprio bankroll. Por 4 anos joguei pra time e finalmente chegou a hora de andar com as próprias pernas. Pelo menos tentar, né?
Não tenho nada contra times, pelo contrário, acho que é a melhor forma de se aprender o jogo. Por outro lado, sempre quis testar a liberdade de jogar por conta, dar mais a minha cara a essa profissão, estabelecer uma rotina 100% minha. Claro que seguindo o que aprendi nesse tempo de escola, afinal não tem muito pra onde correr: grind é grind.

Do início do ano pra cá vivi a grande emoção de ver meu filho nascer! A Bella no fim da gestação, os momentos ansiosos do parto, as descobertas dos primeiros dias com o recém-nascido e o crash de responsabilidades. Impressionante como os referenciais todos mudam aos poucos. Já havia me preparado para a mudança, porém só vivenciando mesmo pra entender. É um momento de vida muito especial, o melhor tempo que já vivi com certeza! Recomendo a todos, vamos fazer filhos galera! Hehehehe!

Pra 2019 desejo muito streaming pra mim. Acho que me realizo demais ao transmitir meu jogo. Me forço a jogar 120% e ainda ajudo os espectadores a melhorarem seu jogo. Quero terminar o ano que ainda não começou como “O” stream de poker ao vivo do Brasil. Meta audaciosa, mas planejo vencer com frequência e qualidade esse desafio.
Além das transmissões, tenho viagens ao vivo pra fazer seguindo a agenda do partypoker. Também devo aproveitar e jogar torneios locais, coisa que nunca fiz aqui em Brasília. Porém o foco é online e o objetivo é subir de ABI, passando a jogar torneio de 55 diariamente até o fim do ano. Pra isso terei que cravar torneios, estudar com disciplina e subir o bankroll.

E você? Qual é sua meta pra 2019? Como você resume seu ano de 2018? Com certeza esse ano foi incrível pra mim!

Esta publicação também está disponível em: enEnglish

Compartilhe.

Comentários estão fechados.